• redacao@oespaco.com.br
  • (64) 33612 - 1550
image
2022-10-07 11:11:00

O Deus verdadeiro nunca quis estar acima de tudo, nem de todos... Quem quis isso foi o diabo!

Isaías 57: 15. Porque assim diz o Alto e o Sublime, que habita na eternidade, e cujo nome é Santo: Num alto e santo lugar habito; como também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos, e para vivificar o coração dos contritos. 

Isaías 57: 15. Porque assim diz o Alto e o Sublime, que habita na eternidade, e cujo nome é Santo: Num alto e santo lugar habito; como também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos, e para vivificar o coração dos contritos. 

De fato, quem sempre quer subir e ficar acima de tudo, foi o Diabo, o pai da mentira. 
Inclusive ele é chamado no Novo Testamento de Deus dessa era,  
2 Coríntios 4: 4. O deus desta era cegou o entendimento dos descrentes, para que não vejam a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus. 
Ele cega e continua cegando o entendimento dos incrédulos, aqueles que não possuem amor pela verdade e que sentem prazer na mentira, aqueles que enxergam Deus à imagem e semelhança deles mesmos, um Deus que busca ser exaltado, aplaudido e adorado.

Isaías 14: 13 Você que dizia no seu coração: “Subirei aos céus; erguerei o meu trono acima das estrelas de Deus; eu me assentarei no monte da assembléia, no ponto mais elevado do monte santo. 14. Subirei mais alto que as mais altas nuvens; serei como o Altíssimo”. 

Dominado por seu egoísmo, o Diabo sempre buscou poder e exaltação, se colocando acima de tudo, por isso, desde a torre e a cidade de Babel, passou a influenciar os governos desse mundo.

Assim o Diabo enganou o mundo, inventando  a religião unida ao Estado, estes, passaram a apresentar ao homem, um Deus que deseja ser exaltado, adorado e servido com sacrifícios, inclusive da guerra. 

Até Israel, os descendentes de Abraão,  chamados para testemunhar para o mundo sobre o verdadeiro Deus e seu plano para a humanidade, acabaram sendo corrimpidos por uma visão distorcida do próprio Deus. De “O todo poderoso” ao “Deus dos exércitos”, passando pelo bezerro de ouro e baal, o povo de Israel nunca deixou totalmente essa tendência humana de transformar Deus em um ídolo.

Por isso, Deus teve que vir pessoalmente ao mundo, tornando-se um homem em Cristo Jesus, e é por isso que nas Escrituras, só encontramos a Palavra de Deus, pela iluminação do espírito de Cristo.

Mateus 13: 52. E ele disse-lhes: Por isso, todo o escriba instruído acerca do reino dos céus é semelhante a um pai de família, que tira do seu tesouro coisas novas e velhas. 
João 5: 39. Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam; 

O Deus, que por amor às suas criaturas, desceu do céu, tornando-se um homem, e como homem, desceu até a morte, e morte na cruz, para que pela cruz, salvasse a todos nós do nosso próprio egoísmo, ou seja, ele salvou-nos de nós mesmos.
Esse Deus, que se fez homem, morreu e ressuscitou, foi glorificado como homem, e assim passou a morar no coração daqueles que nele creem, nos revelou em Cristo que Deus, o Pai, quer ser amado e servido na vida do nosso próximo.
Gálatas 5: 14. Porque toda a lei se cumpre numa só palavra, nesta: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. 

Filipenses 2: 5. Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus, 6. que, embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se; 7. mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens. 8. E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a si mesmo e foi obediente até à morte, e morte de cruz! 9. Por isso Deus o exaltou à mais alta posição e lhe deu o nome que está acima de todo nome, 10. para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, no céu, na terra e debaixo da terra, 11. e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai.

O verdadeiro culto, serviço e adoração a Deus, consiste em amar e servir o nosso próximo.

É o que nos revela Jesus no seu evangelho:
Mateus 25: 31. “Quando o Filho do homem vier em sua glória, com todos os anjos, assentar-se-á em seu trono na glória celestial. 32. Todas as nações serão reunidas diante dele, e ele separará umas das outras como o pastor separa as ovelhas dos bodes. 33. E colocará as ovelhas à sua direita e os bodes à sua esquerda. 34. “Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: ‘Venham, benditos de meu Pai! Recebam como herança o Reino que lhes foi preparado desde a criação do mundo. 35. Pois eu tive fome, e vocês me deram de comer; tive sede, e vocês me deram de beber; fui estrangeiro, e vocês me acolheram; 36. necessitei de roupas, e vocês me vestiram; estive enfermo, e vocês cuidaram de mim; estive preso, e vocês me visitaram’. 37. “Então os justos lhe responderão: ‘Senhor, quando te vimos com fome e te demos de comer, ou com sede e te demos de beber? 38. Quando te vimos como estrangeiro e te acolhemos, ou necessitado de roupas e te vestimos? 39. Quando te vimos enfermo ou preso e fomos te visitar? ’ 40. “O Rei responderá: ‘Digo-lhes a verdade: o que vocês fizeram a algum dos meus menores irmãos, a mim o fizeram’. 41. “Então ele dirá aos que estiverem à sua esquerda: ‘Malditos, apartem-se de mim para o fogo eterno, preparado para o diabo e os seus anjos. 42. Pois eu tive fome, e vocês não me deram de comer; tive sede, e nada me deram para beber; 43. fui estrangeiro, e vocês não me acolheram; necessitei de roupas, e vocês não me vestiram; estive enfermo e preso, e vocês não me visitaram’. 44. “Eles também responderão: ‘Senhor, quando te vimos com fome ou com sede ou estrangeiro ou necessitado de roupas ou enfermo ou preso, e não te ajudamos?’ 45. “Ele responderá: ‘Digo-lhes a verdade: o que vocês deixaram de fazer a alguns destes mais pequeninos, também a mim deixaram de fazê-lo’. 46. “E estes irão para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna”.