• redacao@oespaco.com.br
  • (64) 33612 - 1550
image
2021-09-16 21:03:00

COMIGO participa de reunião do CODERV com governador

No último sábado, 7 de agosto, o CODERV - Conselho de Desenvolvimento Econômico de Rio Verde, participou de audiência com o governador do estado de Goiás, Ronaldo Caiado, líderes políticos e demais representantes do Conselho, dentre eles a COMIGO, representada pelo assessor de cooperativismo, Paulo Cesar Dias do Nascimento Júnior.

No último sábado, 7 de agosto, o CODERV - Conselho de Desenvolvimento Econômico de Rio Verde, participou de audiência com o governador do estado de Goiás, Ronaldo Caiado, líderes políticos e demais representantes do Conselho, dentre eles a COMIGO, representada pelo assessor de cooperativismo, Paulo Cesar Dias do Nascimento Júnior.
Entre as pautas apresentadas pelo presidente do CODERV, José Carlos Cintra, foi solicitado ao governador o início das obras de duplicação da GO 174/210; a autorização para elaboração do projeto de pavimentação da estrada de Rio Verde à Quirinópolis - Região do Rio Preto; a conclusão do Anel Viário da BR 060/GO 174 e reivindicações sobre a necessidade de mais investimentos no setor elétrico, em razão dos problemas enfrentados pelas empresas e produtores rurais no Sudoeste goiano. 

O representante da COMIGO salientou que a duplicação da GO 174/210 e melhorias no fornecimento de energia são imprescindíveis para a cooperativa: “quanto a oferta de energia, temos vivenciado sérias dificuldades não apenas no município de Rio Verde, mas também nos municípios de Serranópolis, Montes Claros e Montividiu, onde foram realizados fortes investimentos em robustas estruturas armazenadoras e lojas agropecuárias”, afirmou Paulo.

O governador acenou positivamente às demandas, enfatizando que a concessionária de energia do estado já tem sido demandada para apresentar alternativas e investimentos visando a melhoria dos serviços prestados. Quanto aos projetos de pavimentação das estradas e do anel viário, Caiado solicitou a elaboração de projetos consistentes tecnicamente, o que adiantaria a análise e execução das obras pelo governo, assim como aconteceu com a duplicação da GO 174/210, cujo projeto foi realizado pelo Conselho com a sua execução prevista em breve: “compromisso meu, vamos fazer e entregar. Vocês sabem como é a burocracia, mas vocês apresentaram o projeto e já anteciparam no mínimo dois anos”.