• redacao@oespaco.com.br
  • (64) 33612 - 1550
image
2020-02-16 07:51:00

Assembleias Sicredi definem destino dos resultados alcançados em 2019

Eventos são o ponto alto do exercício da democracia em uma cooperativa. Em Goiás, a programação compreende 33 cidades, até 5 de abril

Eventos são o ponto alto do exercício da democracia em uma cooperativa. Em Goiás, a programação compreende 33 cidades, até 5 de abril
serviços financeiros e ao final do ano ser bonificado por isso? No cooperativismo de crédito já pensou em utilizar todas as vantagens de uma conta corrente, produtos e é possível. No Brasil, de acordo com o Banco Central, o segmento está presente em quase metade (47%) das cidades e representa 2,7% dos ativos totais do sistema financeiro. Participar das decisões e exercer papel de dono, através das assembleias, também são diferenciais deste modelo.
A partir do mês de fevereiro, as cooperativas do Sicredi estarão dedicadas a estes momentos, em que o associado acompanha a prestação de contas da cooperativa e tem voz para definir o destino do resultado da instituição, que pode voltar para o associado de maneira proporcional a sua movimentação financeira.
Em Goiás, a programação já teve início, na cidade de Rio Verde a assembleia será no dia 06 de março. No total, serão 33 assembleias até 5 de abril, organizadas pelas sete cooperativas que integram a Central Sicredi Brasil Central, com sede em Goiânia. A Central, além de Goiás, congrega Mato Grosso do Sul, Tocantins, oeste da Bahia e o Distrito Federal.
 “Estimulamos a participação do associado nas assembleias, pois entendemos esse processo como fundamental para o desenvolvimento de cada comunidade onde o Sicredi atua. Além de ter as sobras revertidas para o próprio associado, é o momento de discutir de que forma parte destes recursos serão destinados para o desenvolvimento da economia local. Isso inclui desde projetos sociais, a investimentos em expansão das agências ou mesmo mais dinheiro na conta do associado. Desta forma, conseguimos fortalecer toda uma rede de negócios, beneficiando diretamente cada comunidade onde o Sicredi está presente”, explica Celso Figueira, presidente da Sicredi Central Brasil Central.

Retorno à comunidade

Além das sobras, outro ponto que estará em pauta nas assembleias é o planejamento para 2020. Há ainda, espaço para conhecer as ações que foram realizadas no ano anterior e analisar como foram desenvolvidas. Como exemplo, a Sicredi Planalto Central, com sede em Cristalina, definiu em assembleia, a destinação de R$133 mil referente aos recursos provenientes de seu Fundo Social, beneficiando mais de 16 cidades, através de 26 projetos sociais. Na lista de entidades beneficiadas, figuraram asilos, creches, escolas e bibliotecas municipais, além de ações abertas à comunidade, como palestras, atividades recreativas e até entrega de sopa.  Os valores empregados nos projetos foram previamente aprovados nas Assembleias de Núcleo e consolidados na Assembleia Geral de Delegados da cooperativa.
Já a Sicredi Cerrado GO, com sede em Goiânia, levará para a aprovação dos associados, a criação do Fundo Social. Caso a proposta seja validada pelos donos do negócio, 1% do resultado passará a ser destinado, diretamente, a entidades e projetos das cidades em que a cooperativa está inserida.
A novidade também chega para as regiões atendidas pela Sicredi Celeiro Centro Oeste, que também levará para as assembleias a proposta da criação do Fundo Social, a intenção é destinar 2% do resultado da cooperativa para esse fim.