• redacao@oespaco.com.br
  • (64) 33612 - 1550
image
2023-03-27 20:01:00

Representantes do judiciário, forças de segurança, conselheiros tutelares e entidades reúnem para debater abuso sexual infantil

Em reunião com representantes do judiciário, forças de segurança, conselheiros tutelares e entidades, câmara propõe a criação do plano municipal de combate ao abuso infantil

Organizada pela Comissão de Direito dos Idosos, Crianças e Adolescentes, com apoio do Presidente Idelson Mendes, foi realizada na noite desta segunda-feira 07/03, no plenário da Câmara Municipal de Rio Verde, uma reunião com juízes, promotores, delegados, policiais civis e militares, secretários municipais, conselheiros tutelares, representantes de entidades, entre outros, para tratar do aumento significativo dos índices de abuso sexual infantil que vem ocorrendo em nossa cidade.

A ideia da reunião, nasceu dos membros da Comissão de Direito dos Idosos, Crianças e Adolescentes da Câmara composta pela presidente Nayara Barcelos, relator Ronaldinho Cruvinel e vogal Zé Henrique, que usaram a palavra no intuito de encontrar soluções que visem proteger as crianças e adolescentes de qualquer tipo de violência sexual, bem como, encontrar meios de orientar pais e cuidadores para evitar e combater esta criminalidade.

O abuso infantil é uma realidade que deve ser combatida de forma efetiva, uma vez que tem efeitos duradouros na vida das crianças. Após muitas falas dos presentes, concluiu-se que o município de Rio Verde, precisa de um plano de ação que envolva toda a sociedade para prevenir e combater esse problema.
A partir de agora, outras reuniões serão agendadas para a criação do Plano Municipal de Combate ao Abuso Infantil.

Objetivo Específicos:
1. Capacitar os profissionais da rede de saúde, assistência social, educação e segurança pública para identificar e atuar no combate ao abuso infantil;
2. Promover campanhas educativas sobre prevenção e combate ao abuso infantil, envolvendo a sociedade civil, escolas, organizações religiosas e comunitárias;
3. Criar e fortalecer redes de proteção para as crianças vítimas de abuso, com serviços de assistência social, saúde e psicológico;
4. Garantir o atendimento de qualidade para as crianças vítimas de abuso, com equipe multidisciplinar para atuação em situações de emergência;
5. Aperfeiçoar os sistemas de registro e encaminhamento de denúncias de abuso infantil, com canal de denúncia acessível e sigiloso.

Estratégias:
1. Capacitação de profissionais: promover cursos e treinamentos para os profissionais da rede de saúde, assistência social, educação e segurança pública sobre identificação, prevenção e encaminhamento de casos de abuso infantil;

2. Campanhas educativas: desenvolver campanhas de conscientização e prevenção nas escolas, comunidades e mídias locais, visando sensibilizar a população sobre a importância da proteção das crianças e dos adolescentes;

3. Rede de proteção: fortalecer a rede de proteção para as crianças vítimas de abuso, com serviços de assistência social, saúde e psicológico, criando um sistema de atendimento integrado e eficiente;

4. Atendimento de qualidade: garantir o atendimento de qualidade para as crianças vítimas de abuso, com equipe multidisciplinar para atuação em situações de emergência, com protocolos de atendimento eficientes;

5. Registro e encaminhamento de denúncias: aperfeiçoar os sistemas de registro e encaminhamento de denúncias de abuso infantil, com canal de denúncia acessível e sigiloso, capacitando os profissionais que recebem as denúncias para o atendimento adequado.

Resultados Esperados:
1. Redução dos casos de abuso infantil no município de Rio Verde;
2. Aumento da efetividade das ações de prevenção, identificação e proteção das crianças vítimas de abuso;
3. Fortalecimento da rede de proteção para as crianças vítimas de abuso, com serviços de assistência social, saúde e psicológico;
4. Aperfeiçoamento dos sistemas de registro e encaminhamento de denúncias de abuso infantil, com aumento do número de denúncias registradas e encaminhadas corretamente;
5. Maior conscientização da população sobre a gravidade do abuso infantil e a importância da proteção das crianças, resultando em um aumento do número de denúncias e uma diminuição dos casos de abuso;
6. Melhoria da qualidade do atendimento prestado às crianças vítimas de abuso, resultando em uma recuperação mais eficiente e satisfatória das vítimas;
7. Criação de um ambiente mais seguro e protegido para as crianças e adolescentes do município, garantindo que todos possam crescer e se desenvolver de forma saudável e protegida.
Além dos vereadores da Câmara, estiveram presentes no evento o Juiz da 1ª Vara Cível da Infância e Juventude, Dr. Wagner Gomes Pereira, a Promotora da 8ª Promotoria de Justiça da Comarca de Rio Verde, Dra. Renata Dantas, o Delegado do GENARC, Dr. Caio Martines dos Santos Pereira, representando o Delegado Regional, Dr. Danilo Fabiano; o Comandante do 8º CRPM, Tenente Coronel Pedro Henrique Batista, o Comandante do 2º BPM, Tenente Coronel Leandro Carvalho e a Presidente do Conselho Tutelar Sul, representando todo o Conselho Tutelar de Rio Verde, Lucélia Arce da Silva.