Home - Editorias - Política - “Para crescer, Caiapônia precisa abrir portas para as Empresas”
“Para crescer, Caiapônia precisa abrir portas para as Empresas”
Ter, 01 de Setembro de 2020 07:59
“O meu grande diferencial é que vou dar atenção especial para o emprego, porque onde existe o desemprego, existe a pobreza e aí, ninguém pode viver com dignidade. Quero garantir boa qualidade de vida para a população e, para isso, o município precisa gerar empregos para todos; precisa ainda de boa arrecadação, proveniente da instalação de boas empresas; além de aplicar honesta e corretamente o dinheiro público”. Disse Gutemberg Nascimento, pré-candidato a prefeito de Caiapônia.
   Através do whatsapp, direto de Toronto, no Canadá, país onde mora Gutemberg Nascimento Duarte(Avante), natural de Caiapônia, fala com exclusividade ao Jornal O Espaço, sobre sua pré-candidatura a prefeito do Município, tendo como vice, José Oliveira da Silva

   Em entrevista cedida através do whatsapp, Gutemberg Nascimento(Avante) disse à redação do Jornal O Espaço, que mesmo morando fora do país há quase 30 anos, nunca deixou de conhecer e de se informar sobre os problemas e o dia a dia da população caiaponiense, nos mínimos detalhes. Por isso, sabe e conhece bem todas as necessidades da população e do município. Ao longo de todo esse tempo, residindo em um país de primeiro mundo, mas, mantendo sempre todos os vínculos de parentescos e amizade com os caiaponienses, por dentro de toda a realidade política do município, se sente absolutamente capaz e pronto para contribuir com o desenvolvimento de Caiapônia e melhorar o padrão de vida da população. 
   Gutemberg disse: “quero ser prefeito de Caiapônia, porque desde que entendo de política, nosso Município sempre manteve as porteiras fechadas para o apoio às empresas que podem levar industrialização para a cidade, através das médias e grandes empresas que podem levar empregos e rendas para a população. Assim, o meu principal objetivo é criar um polo-industrial no Município e convidar empresas que possam se instalar na região, dando assim, oportunidade para pessoas da zona urbana e rural, trabalharem e terem bons salários. ”
   Sabendo que Caiapônia enfrenta dificuldades nos principais setores, como saúde, educação, segurança e desenvolvimento econômico, o pré-candidato vai atuar diretamente nesses pontos nevrálgicos, para garantir saúde econômica para a população e para o Município, para que o desenvolvimento chegue também à cidade, dá exemplo do que aconteceu com alguns municípios próximos.
   O pré-candidato prefeito, disse que agora, com experiência de cerca de 30 anos morando em um país de primeiro, mundo, está mais do que preparado para voltar para sua terra natal e fazer uma excelente administração, socorrendo o povo e o município, para que possam gozar de uma vida melhor e tornar uma cidade mais receptiva para a industrialização, o comércio e o desenvolvimento. 
   “O meu grande diferencial é que vou dar atenção especial para o emprego, porque onde existe o desemprego, existe a pobreza e aí, ninguém pode viver com dignidade. Quero garantir boa qualidade de vida para a população e, para isso, o município precisa gerar empregos para todos; precisa ainda de boa arrecadação, proveniente da instalação de boas empresas; além de aplicar honesta e corretamente o dinheiro público. Nenhum prefeito do Município, ainda teve interesse em administrar bem, eles quiseram apenas sentar na cadeira e cuidar dos interesses próprios. Assim como todos os caiaponienses, estou cansado de esperar pessoas que podem governar e acabam por não fazem nada pela cidade; o povo é prioridade e a economia, é ainda mais do que prioridade, porque onde não existe prioridade, não existe progresso. 
   “Em relação à saúde, educação, habitação e segurança, que são coisas de primeira necessidade e que todos precisam ter, onde quer que estejam. A habitação, depende muito do emprego, o que vamos conseguir gerar muito, através da fomentação de empresas no Município, além disso, vamos doar áreas para projetos habitacionais. ” Finaliza.
   O pré-candidato a prefeito disse que ainda não está em Caiapônia, por causa da falta de voos para o Brasil, em virtude da pandemia, mas, a partir deste mês, virá para o país e o município, tocar sua campanha, presencialmente, e com todos os amigos, familiares e todos os seus simpatizantes, que são centenas de pessoas, que o ajudarão a garantir os votos necessários para a sua eleição.

Bookmark and Share
PUBLICIDADE
Copyright © 2010-2020 - Todos os direitos reservados à seus respectivos autores
Página Inicial
Editorias
Rio Verde
Jataí
Serviços
Previsões
Utilidade Pública
Classificados
Anuncie
Expediente
Contato